O primeiro anúncio em vídeo do mundo foi ao ar pela Bulova Watch Company em 1941. Era um comercial em preto e branco de 10 segundos de um mostrador do relógio Bulova sobreposto a uma imagem que representava os Estados Unidos, com uma breve narração: “A América funciona no horário Bulova.” Isso foi o suficiente para mudar a publicidade para sempre.

Em seguida, outras grandes marcas como Colgate, Procter & Gamble e Coca-Cola seguiram o exemplo, e o resto é história. Podemos dizer, então, que o marketing de vídeo não é um conceito novo, mas a maneira como usamos o vídeo está mudando significativamente e rapidamente se tornando uma grande parte do kit de ferramentas de marketing de cada empresa.

Hoje, temos muito mais opções do que apenas publicidade na TV. As possibilidades são infinitas, pois agora podemos compartilhar anúncios em uma variedade de dispositivos, como smartphones, laptops e tablets. E foi apenas na última década que começamos a ver as empresas usarem esses recursos de maneira criativa de várias formas.

E você, é novo na ideia de marketing de vídeo?
Reuni aqui uma lista dos diferentes tipos de marketing de vídeo ou videomarketing e uma breve descrição de cada um para ajudá-lo a entender melhor os diferentes objetivos que você pode alcançar com esta excelente ferramenta de marketing.

1. Demonstração

Este estilo de vídeo oferece aos espectadores uma visão geral de produtos ou serviços complexos. Quer seja uma execução de funções em um aplicativo ou a eficácia de um produto, uma demonstração. Mostra aos clientes em potencial como algo pode ser útil. Um bom exemplo de vídeo de demonstração vem do Headspace. O vídeo deles comunica muito em um espaço de tempo muito curto, sem ser chato. Ele destaca que você pode experimentar o aplicativo sem precisar se inscrever.

2. Explicativo

Este estilo de vídeo destaca o problema de um cliente e apresenta a ele uma solução. Vídeos explicativos focam na persona do comprador principal da empresa e usam o vídeo para se relacionar com aqueles que o vídeo tem como alvo. Um exemplo divertido disso pode ser visto pelo Spotify. Seu vídeo explicativo é super simples, atraente e envolvente, e explica todos os benefícios da plataforma em pouco mais de um minuto. Dá uma olhada, você vai gostar.

3. Animado

Esse estilo de vídeo vende pontos-chave de uma empresa para um cliente por meio de animações visualmente atraentes. Um exemplo eficaz de vídeo de animação pode ser visto pelo Airbnb. Todo o vídeo é composto por desenhos que fluem de um para o outro, sem a necessidade de elementos de ação ao vivo.

4. Estudos de caso

Este estilo de vídeo é uma ótima maneira de se conectar melhor com seu público-alvo, pois apresenta aos espectadores um exemplo do mundo real de alguém que usou um produto ou serviço, o que coloca sua experiência em contexto. Ao mostrar um cliente fiel e satisfeito, seus clientes em potencial podem ver os tipos de pessoas que defendem sua marca. Esse tipo de vídeo é usado para construir confiança entre sua marca e um novo cliente.

5. Realidade aumentada

Este estilo de vídeo adiciona uma camada digital sobre a realidade. Um ótimo exemplo disso são os animais 3D do Google: usando a câmera do seu smartphone, você pode ver como seria ter um tigre na sua própria sala de estar. Para um uso mais prático, os vídeos de realidade aumentada foram usados ​​pela IKEA para ajudar os clientes a ver como seria a aparência de seus móveis em casa.

6. Vídeo 360° e realidade virtual

Este estilo de vídeo pode ser usado para criar uma experiência mais envolvente para o espectador, fazendo-o sentir que foi transportado para outro lugar. O vídeo 360° permite que você veja tudo ao seu redor, você pode ver atrás de você, esquerda, direita, para cima e para baixo – assim como você pode na vida real. Quanto à realidade virtual, você pode ver uma imagem ou ambiente tridimensional e interagir com ele. Por exemplo, durante o lockdown, John Lewis usou a realidade virtual para recriar a magia das compras para o Natal, para que seus clientes pudessem desfrutar de uma experiência online mais interativa sem sair de casa. No entanto, o vídeo 360° e a realidade virtual não são apenas para marketing, eles também podem ser usados ​​para fazer jogos.

7. Como fazer ou How To

Este estilo de vídeo pode ser usado para explicar melhor uma ideia complexa. Seja para montar uma mesa, usar um novo software ou usar um produto de limpeza. Os vídeos de instruções podem ser a diferença entre um cliente ficar animado para comprar seu produto ou ficar confuso e abandonar a compra. Precisam ser produzidos para serem intuitivos e em muitas vezes lúdicos.

8. Atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente pode definitivamente ajudar ou quebrar um negócio, portanto, se você puder articular cuidadosamente as melhores maneiras de lidar com as dúvidas dos clientes em forma de vídeo, seus funcionários estarão munidos do conhecimento de que precisam para se adaptar a diferentes cenários. Este estilo de vídeo é perfeito para ajudar os novos colaboradores a se encontrarem e garantir que as habilidades dos colaboradores com mais tempo de casa estejam atualizadas.

9. Integração

Este estilo de vídeo é usado para ajudar os novos membros da equipe a se estabelecerem em uma empresa (conhecido como onboarding), e esses vídeos incluem visões gerais dos processos de negócios, pessoas e cultura. Conseguir novos colaboradores entusiasmados com o trabalho pode criar um novo engajamento na equipe e consequentemente melhor produtividade, portanto, não negligencie a importância dos vídeos de integração.

Chame a atenção do seu produto e/ou serviço com soluções em marketing visual.
As redes sociais e os serviços de streaming, como o Youtube, são o foco central de seus consumidores.
Se você se interessou, entre em contato comigo. Eu posso te ajudar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.